Qual a qualidade que distingue os Top Performers “dos outros”?

Porque é que a atitude tem mais importância do que a técnica, em qualquer atividade que requer aprendizagem constante? Porque nós entendemos que só com curiosidade intensa e capacidade de aprendizagem contínua superior à média se consegue colmatar algumas falhas que tenhamos ao nível técnico e de aptidões inatas. Com talento inato a probabilidade de se chegar longe é mais elevada mas não suficiente. Para além do Top Performer aprender e ter elevados índices de aproveitamento na aprendiazagem contínua, ele desenvolve aptidões que lhe permitem aprender melhor a cada dia de treino. Se quiser juntar-se ao grupo dos Top Performers terá de ser consciente que a alta competição requer uma aprendizagem inovadora e multi-nível, constantemente.

Leia o artigo original de FRAN TARKENTON, ex praticante de football americano, num excelente exemplo de transferência entre a gestão e a cultura meritocrática do desporto.

“People have to talk to people; we have to share ideas. But it starts with your wanting to ask questions, your being curious so that you can stay ahead of that curve. Because if you can stay ahead of that curve, you can be the next Steve Jobs.”

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.